Notícias

16/08/2013

Hospital Pompéia espera credenciamento no Ministério da Saúde para abrir nova UTI


O Governo do Estado do Rio Grande do Sul se comprometeu a liberar R$ 380 mil para as reformas de adequação da Enfermaria de Cuidados Intermediários (ECI) do Hospital Pompéia, transformando-a em uma UTI. A verba foi anunciada pelo governador Tarso Genro em visita ao hospital na tarde desta quinta-feira, dia 15 de agosto.

A ECI conta com sete leitos, destinados a pacientes graves, que apresentam estabilidade clínica, com potencial risco de agravamento do quadro e que necessitam de cuidados intermediários. A nova UTI deve contar com 10 leitos para atendimento adulto do Sistema Único de Saúde (SUS). O Governo do Estado também se comprometeu a equipar essa nova unidade.

Com essa confirmação pelo Estado, o Hospital Pompéia aguarda que o município e o governo gaúcho diligenciem no Ministério da Saúde a inserção do hospital na rede de urgência/emergência, visando a garantir o custeio da nova unidade.

De acordo com o superintendente-geral do hospital, Francisco Ferrer, o governador Tarso Genro assumiu o compromisso de ir a Brasília e interceder junto ao Ministério da Saúde para que o credenciamento seja feito.

“A UTI só sai se houver o custeio por parte do Governo Federal. Não podemos estabelecer um prazo porque o credenciamento independe do Hospital Pompéia. Tão logo tenhamos um retorno do Ministério da Saúde, iremos aplicar a verba estadual na criação dos novos leitos”, declarou Ferrer. O superintendente também destacou que, devido às dificuldades de mercado, a contratação de uma equipe interdisciplinar para o atendimento na nova UTI demanda um tempo que transcende a capacidade de resposta imediata do Hospital Pompéia.

“O Hospital Pompéia não medirá esforços para que o tempo de espera pela nova UTI seja o menor possível, mas estamos prevendo que ela só se concretize entre o fim do ano e março de 2014”, completou.

 

Reforma nas unidades de internação

Além dos recursos para a adequação de uma nova UTI, durante a visita ao Pompéia, o secretário Estadual da Saúde, Ciro Simoni, também anunciou o repasse de R$ 755 mil para as reformas das unidades de internação do SUS.

A verba será aplicada em melhorias nos setores 340 e 360, abrangendo 50 leitos. As obras seguirão o padrão dos setores 800 (unidade de internação oncológica, inaugurada em setembro de 2012), e do 320 (composto por 19 leitos e inaugurado no dia 12 de agosto, data em que o Pompéia completou 100 anos), que privilegia o conforto e a comodidade dos pacientes. As reformas do Setor 320 tiveram um custo total de R$ 475,5 mil, oriundos do Projeto Amigos do Pompéia.

O projeto das reformas inclui a instalação de piso vinílico tipo manta, pisos cerâmicos e de granito, esquadrias de PVC, sanitários de pacientes com barras de apoio e banco articulado para banho, forros de gesso, sistema de climatização de ar nos quartos e posto de enfermagem, televisores nos quartos, pintura com tinta superlavável em todos os ambientes, cortina hospitalar com vinil e tela antifungo entre leitos e móveis novos em todos os ambientes. As melhorias seguem as normas da Vigilância Sanitária e do Ministério da Saúde.

 

Equipamentos para cardiologia

O governador Tarso Genro, o secretário Estadual da Saúde, Ciro Simoni, e o superintendente-geral do Pompéia, Francisco Ferrer, também assinaram na tarde desta quinta-feira, um convênio para o repasse de R$ 350 mil ao hospital. A verba é proveniente da Consulta Popular.

O valor será investido pelo Pompéia na aquisição de equipamentos cardiológicos. Serão adquiridos monitor cardíaco, marcapasso, teste ergométrico e aparelhos para monitoramento ambulatorial da pressão arterial.

Fotos: Andréia Copini

Compartilhe