Notícias

14/03/2018

Devido à lotação, pronto-socorro do Hospital Pompéia tem atendimento comprometido

Nos últimos dias, o Hospital Pompéia sofreu um aumento significativo no atendimento do pronto-socorro. O setor está superlotado, comprometendo a eficiência do atendimento e aumentando o seu tempo de espera.

A capacidade do pronto-socorro do Pompéia está com registro de lotação e totalmente comprometida. Todos os leitos estão ocupados, obrigando alguns pacientes a estarem em poltronas ou acomodados na enfermaria especial.

O Hospital Pompéia faz apelo à comunidade para o uso consciente sobre o atendimento do pronto-socorro. A orientação é que os casos de menor gravidade, como consulta médica, avaliação de especialistas, contusões leves, dores crônicas, lombalgia, dor de garganta e outros, devem ser atendidos no Pronto Atendimento 24 horas (Postão) ou com hora marcada em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

O Pronto-Socorro do Hospital Pompéia é referênca em 48 municípios no atendimento em urgência e emergência, abrangendo situações de risco iminente de morte, como acidentados, suspeita de infartos, derrames, apendicite, pneumonia, fraturas, crises convulsivas, perda de consciência, entre outras complicações.

Compartilhe